• Sem classificação

    19 atrações em aeroportos para uma escala incrível

    Se você voou para algum lugar nos últimos anos deve saber como o processo pode ser cansativo. Se você sai do Brasil para o exterior, a chance é grande que tenha que pegar seu voo ou fazer uma escala em São Paulo, o hub que concentra praticamente todas as companhias aéreas internacionais. E se for em algum voo que não é direto para a cidade que deseja, ainda tem uma outra conexão em um novo país!

    E nessas conexões você ainda tem que lidar com salas de embarque lotadas e comida bem acima do preço que valem. Pior do que pagar caro em alguma comida é pagar caro em algo que nem está gostoso! Claro que se você segue as dicas que damos no instagram deve aproveitar as salas vip com comidas e bebidas grátis! Mas passar cinco ou seis horas no mesmo lugar vai ser entediante mesmo com o open bar! Tudo isso muda quando você faz escala em um dos aeroportos desta lista, que tem atrações incríveis para se divertir!

    Há muita arte pública dentro e ao redor dos aeroportos, como o Blue Mustang de Denver e a pintura original de Edward Munch no aeroporto de Oslo. A história local também está frequentemente em exibição. Em Nova York, você pode voltar à Era de Ouro das Viagens Aéreas no TWA Flight Center, enquanto em Atenas, você pode voltar à Era de Ouro da Grécia na própria exposição de arqueologia do aeroporto.

    O Aeroporto Changi de Cingapura é quase um destino em si, com labirintos, escorregadores, jardins e uma cachoeira de 40 metros, só para citar algumas de suas ofertas. De um cinema em miniatura a um jardim de borboletas, aqui estão algumas atrações fascinantes que você pode encontrar em aeroportos ao redor do mundo.

    Hollywood Theater – Aeroporto de Portland, Oregon

    Se você estiver no Aeroporto Internacional de Portland (PDX), não precisa se contentar com a tela pequena do seu celular para assistir filmes e séries. Um letreiro escrito Hollywood Theatre brilha no saguão C, atraindo passageiros cansados para se aventurarem em seu interior escuro.

    Com 22 lugares e uma lista rotativa de curtas-metragens produzidos localmente, o Hollywood Theatre é uma rara oportunidade de se divertir no aeroporto sem gastar dinheiro (a entrada é gratuita). O próprio teatro, inaugurado em 2017, também representa uma fatia de história de Portland. O Hollywood Theatre real, em tamanho real, fica na Sandy Boulevard, a pouco mais de oito quilômetros de distância. Quando foi inaugurado em 1926, exibia tanto o vaudeville quanto o cinema mudo. Hoje, recebe shows ao vivo, além de exibir filmes modernos e clássicos. O teatro, que não tem fins lucrativos, aceita inscrições para os curtas e documentários exibidos na minisala de cinema do PDX.

    TWA Flight Center no aeroporto JFK em Nova Iorque

    O Trans World Airlines (TWA) Flight Center foi projetado por Eero Saarinen e construído em 1962 no Aeroporto JFK (então Aeroporto Idlewild). O terminal histórico era futurista e moderno, com uma passarela elevada, relógios antigos pendurados no teto, grandes janelas e uma coleção elegante de espreguiçadeiras de veludo vermelho. O corredor de partida/chegada parecia ter saído direto de James Bond.

    O terminal foi um sucesso estético e comercial por décadas, até o início dos anos 2000, quando a TWA foi vendida para a American Airlines e o layout retrô do terminal foi considerado insuficiente para as diretrizes de segurança do século XXI. As funções do TWA Flight Center foram transferidas para o moderno Terminal 5, localizado a leste do edifício agora vazio.

    Permaneceu no limbo por anos – intacto, mas inteiramente vazio. Em 2015 – quase 14 anos após seu fechamento – o terminal TWA finalmente encontrou um novo propósito. Em 2019, a sede original abriu como hotel de aeroporto, composto por 505 novos quartos, mantendo muitos dos ícones originais do aeroporto, incluindo o Lisbon Lounge e o Paris Café. O empolgante reaproveitamento do centro de voo nos lembra que nunca é tarde demais ou caro demais para preservar a história.

    Jardim de Borboletas – Aeroporto de Cingapura

    No aeroporto de Changi, em Cingapura há um passeio bem diferente: se colocar em meio a centenas de borboletas coloridas. Localizado no Terminal 3, o pequeno habitat tropical é considerado o primeiro jardim de borboletas do mundo em um aeroporto. O jardim de dois andares, que também contém uma cachoeira de seis metros, é dedicado a mostrar uma infinidade de plantas tropicais brilhantes e mais de 1.000 borboletas ao longo de um ano. Cerca de 40 espécies chamam esse santuário de lar, incluindo a borboleta Blue Clipper (Parthenos sylvia) e a borboleta nacional de Cingapura, a borboleta rosa comum (Pachliopta aristolochiae).

    Enquanto os visitantes são livres para passear e se maravilhar com a visão das borboletas esvoaçando despreocupadamente das flores para as rodelas de abacaxi estrategicamente posicionadas ao redor do jardim, há também placas educativas e recintos que permitem aos visitantes ver de perto o ciclo de vida da borboleta, desde lagarta para criatura alada. Onde melhor para ver as borboletas levantarem voo antes de voar?

    Escorregadores no Aeroporto de Cingapura

    “DIVERTIDO” é um adjetivo não muito usado quando se trata de viagens aéreas, mas o Aeroporto de Changi há muito se esforça para mudar isso. Com comodidades acima e além, como uma piscina na cobertura e um espaço de selva interno conhecido como Jewel, não é surpresa que o centro de transporte tenha sido eleito o melhor de seu tipo no World Airport Awards de 2019 da Skytrax – um título que Changi deteve por sete anos consecutivos.

    Entre as maravilhas mais funcionais do Aeroporto de Changi estão dois escorregadores gigantes que enviam os viajantes aos seus portões com tanta velocidade quanto diversão. Inaugurado no Terminal 3 em 2010, o escorregador original tem mais de 39 pés de altura em quatro andares como o escorregador mais alto de Cingapura e recordista entre os aeroportos.

    Mas os escorregadores não são grátis igual o jardim de borboletas acima! Para se divertir, os viajantes devem ter gasto no mínimo 10 dólares em uma loja ou restaurante no Aeroporto de Changi naquele dia, e os passageiros podem resgatar até 10 passeios dentro de 24 horas. Para aqueles que se inclinam para o tradicional, escadas e escadas rolantes ainda são um meio clássico de chegar a cada portão.

    Oficina de Robôs de Pittsburgh

    Entre os portões A10 E A12 no Aeroporto Internacional de Pittsburgh, uma loja se destaca das demais. O Robot Repair da Fraley parece ter saído direto da década de 1950 com seu interior azul elétrico aerodinâmico, mas seus produtos são direto do futuro: dezenas de robôs desmontados pendem por todo o espaço, seus fios expostos.

    A loja tem todos os acessórios de uma oficina de conserto de eletrônicos de meados do século cujos donos acabaram de sair. É a atenção aos detalhes que define o cenário, com artefatos vintage e invenções futuristas combinadas. Máquinas de escrever e telefones vermelhos grossos ficam ao lado de prateleiras de tinta e ferramentas, enquanto robôs quebrados caem nos cantos. Um raio-x mostra um braço robótico quebrado, enquanto um Manual de Reparo do Robô fica ao lado de um R.A.N. kit (“Rede de Apreensão de Robôs”).

    Nada está à venda aqui e, infelizmente, se você tiver um robô, não poderá trazê-lo para conserto. Este é o trabalho do artista de instalação Toby Fraley, que reorganiza a cena encantadora dentro de sua loja regularmente.

    Leão de Borracha de Casablanca

    No meio do Terminal 1 do Aeroporto Mohammed V de Casablanca, há uma escultura negra de um leão. Uma inspeção minuciosa revelará que a escultura é inteiramente feita de pneus usados ​​e outros materiais reciclados.

    O artista por trás do Tire Lion é Lahcen Iwi, cujo talento reside no uso de materiais reciclados para criar esculturas incríveis. Iwi se familiarizou com essa forma de arte ainda jovem, enquanto observava seu pai transformando pneus usados ​​em potes e baldes.

    Museu de história de Istambul

    Com mais de mil metros quadrados de espaço para exposições, o novo Museu do Aeroporto de Istambul oferece uma alternativa às salas de compras e aeroportos para viajantes com escalas longas. Inaugurado em julho de 2020, o museu reúne centenas de objetos de museus de toda a Turquia. Ele foi projetado para ajudar os viajantes do mundo a experimentar uma seção abrangente de história, arte e cultura em uma única visita. Depois de caminhar por um longo corredor enfeitado com fotos impressionantes da Turquia, os visitantes entrarão em um museu das maravilhas elegantemente aprimorado com tecnologia. Objetos antigos são contextualizados por projeções de vídeo interativas e toda a experiência é intensificada pela iluminação artística.

    A primeira exposição do museu foi intitulada “Tesouros da Turquia: Faces do Trono” e abrangeu mais de 3.000 anos de história. Um destaque da exposição foi o Tratado de Kadesh, o primeiro tratado de paz do mundo assinado em 1259 aC entre os egípcios e os hititas. A versão do museu está em hitita, a língua do antigo reino da Anatólia de Hattusa. A versão egípcia, localizada em Tebas, está escrita em hieróglifos em dois templos pertencentes ao faraó Ramsés II.

    Exibição Arqueológica no Aeroporto de Atenas

    Atenas é famosa pelo Coliseu e todas suas ruínas incríveis e rica história, mas menos famosa é esta sala de exposições no segundo andar terrestre do Aeroporto Internacional Eleftherios Venizelos de Atenas. A exposição abriga cerca de 172 artefatos desenterrados durante a construção do aeroporto.

    De acordo com evidências arqueológicas, Atenas é habitada há mais de 11 milênios. Durante o período Neolítico, a área que hoje abriga o aeroporto pertenceu a uma vasta região agrícola. Os visitantes podem ver ânforas de terracota, potes, pratos, espirais, miçangas, azulejos, follis bizantinos e um tesouro de tournois billon denier do século XIII, apenas para citar alguns artefatos.

    Este museu pitoresco é uma obrigação para os fãs de arqueologia. Se você não tem tempo suficiente para visitar alguns dos museus ao redor de Atenas, ou simplesmente está preso no aeroporto para uma curta escala, esta exposição é um bom lugar para explorar a história de Atenas.

    Mustang Azul do aeroporto de Denver

    Com 32 pés de altura e moldado em fibra de vidro policromada, o mustang é pintado de um azul vibrante com olhos de néon vermelhos e brilhantes. Com o objetivo de representar o espírito “selvagem” do velho oeste americano, Jiménez instalou os olhos brilhantes como homenagem à oficina de néon em que trabalhou quando jovem. Esses olhos brilhantes deram à escultura o apelido de “Blucifer”.

    Em 2008 o mustang foi instalado na entrada do aeroporto, para desgosto dos moradores de Denver. A opinião pública difamou a obra de arte com pedidos de muitos setores para que ela fosse removida para um local menos proeminente. As autoridades da cidade adiaram qualquer tentativa de remover a obra até depois de 2013, para que moradores e visitantes possam se acostumar com a estátua na esperança de que a opinião pública se acalme com o tempo.

    O relógio de Schiphol

    É importante saber a hora em um aeroporto, com milhares de pessoas correndo de um lado para o outro tentando chegar a tempo no avião. É por isso que a maioria dos aeroportos estão cheios de relógios em todos os lugares, ajudando a orientar os viajantes atormentados. O aeroporto de Schiphol, na Holanda, não é exceção, mas oferece uma reviravolta: um relógio gigante que aparece como se um homem estivesse ocupado pintando-o em tempo real, minuto a minuto.

    O pintor é na verdade uma gravação de 12 horas de duração, que dá uma ilusão convincente de que um humano está dentro do relógio translúcido, ocupado no trabalho enquanto os ponteiros giram. Este relógio criativo é o mais recente trabalho de Maarten Baas, um conhecido artista e designer holandês que tem uma série de gravações de relógios ao vivo semelhantes.

    O urso e a lâmpada em Doha

    O aeroporto de Doha, Qatar, já está ganhando muito reconhecimento desde a abertura em 2014. O aeroporto elegante e moderno foi nomeado o quarto melhor aeroporto de 2019 de acordo com o SkyTrax, o teste decisivo da indústria. O HIA foi nomeado o melhor aeroporto de 2019 atendendo entre 30 e 40 milhões de passageiros, o melhor aeroporto do Oriente Médio e possui a melhor equipe aeroportuária do Oriente Médio.

    O aeroporto é limpo, tranquilo e luxuoso; um oásis no meio do deserto. Assim, o ursinho de pelúcia amarelo gigante situado em seu coração se destaca ainda mais. “Untitled (Lamp/Bear)” do artista suíço Urs Fischer tem 23 pés de altura no meio do grande foyer que leva ao saguão duty-free do aeroporto. Feito de bronze fundido, o urso pesa entre 18 e 20 toneladas.

    A peça residia anteriormente em frente ao Seagram Building, na Park Avenue de Nova York. Foi leiloado na Christie’s de Nova York por pouco mais de US$ 6,8 milhões em 2013.

    O dogão em formato de Avião de Munique

    Viajantes que passam por Munique ser perdoados por confundirem o Smokey Joe’s com um avião. O foodtruck de currywurst, que fica entre dois terminais, é feito de peças reais de avião.

    Conhecido como o “avião da salsicha”, o carrinho serve salsichas de curry vermelhas ou brancas nos estilos de Munique, Berlim ou Ruhr, junto com refrigerantes e cervejas. A base do estande é uma velha caravana de alumínio com asas de avião e um motor acoplado a ela. Vários tubos e até um cockpit falso fazem o carrinho parecer um avião muito estranho.

    Vaca Espacial em Houston

    No Terminal A do Aeroporto de Houston, há uma estátua de dois metros e meio de altura de um astronauta bovino em um traje espacial malhado segurando uma bandeira do Texas, orgulhosamente dando as boas-vindas a todos os passageiros da Cidade Espacial. Embora seja oficialmente chamado de Moonwalker, a maioria das pessoas simplesmente se refere a ele como a Vaca Espacial, sem uma sugestão de referência a Michael Jackson.

    O mascote do IAH não foi originalmente planejado para enfeitar o saguão do terminal. Foi criado em 2001 para um evento de angariação de fundos “Cow Parade” para o Hospital Infantil do Texas. Feita pela empresa de presentes e novidades Silvestri, a escultura ganhou muita popularidade e foi doada ao aeroporto logo após a arrecadação de fundos, onde encontrou sua casa.

  • Sem classificação

    Qual é a moeda da China: Saiba quanto levar

    Introdução

    Você está planejando uma viagem para a China? Nesse caso, você precisará saber sobre a moeda da China. A moeda oficial da China é o Renminbi (RMB). Existem dois tipos de RMB: o yuan e o jiao. Quanto RMB levar com você depende do objetivo da viagem e da duração da sua estadia. Cotação yuan chinês x real x euro x dólar Use esta postagem do blog para ajudá-lo a descobrir o que, como e quanta moeda levar com você em sua viagem à China.

    Moeda da China: o que é e quanto levar.

    A moeda oficial da China é o Renminbi (RMB).

    O Renminbi (RMB) é a moeda oficial da China. O nome “renminbi” significa literalmente “moeda do povo”. O yuan é a unidade básica do RMB. Há também jiao e fen, que são unidades fracionárias do yuan. Um yuan equivale a dez jiao e um jiao equivale a dez fen.

    Existem dois tipos de RMB: o yuan e o jiao.

    Os dois tipos de RMB são o yuan e o jiao. O yuan é a principal unidade monetária na China e também é usado em Hong Kong, Macau e Taiwan. O jiao é uma unidade monetária secundária e é usado principalmente em transações diárias.

    Quanto RMB levar com você depende do objetivo da viagem e da duração da sua estadia.

    Quanto RMB levar com você depende de vários fatores, incluindo o objetivo da sua viagem e quanto tempo você ficará na China. Se for ficar pouco tempo, não é necessário trocar muito dinheiro. No entanto, se você planeja fazer muitas compras ou viajar pela China, precisará ter mais RMB à mão.

    yuan chinês x real x euro x cotação do dólar

    O Yuan Chinês (CNY) tem subido constantemente em relação às principais moedas, como o dólar americano (USD), Euro (EUR), Iene japonês (JPY) e Libra Esterlina (GBP). Em setembro de 2018, um dólar valia aproximadamente 6,87 CNY.*

    Como trocar moeda na China.

    Existem muitas maneiras de trocar moeda na China, incluindo bancos, cabines de câmbio e hotéis.

    Os bancos são uma maneira segura e conveniente de trocar moeda. Normalmente, você pode encontrar um banco na maioria das grandes cidades e vilas da China. As cabines de câmbio são outra opção para troca de moeda. Estes podem ser encontrados em aeroportos, hotéis e shoppings. Os hotéis também podem oferecer serviços de câmbio.

    É melhor trocar moeda na China antes de viajar, pois a taxa de câmbio geralmente é melhor. O melhor lugar para trocar dinheiro é em um banco ou em um estande oficial do cambista. Você obterá as melhores taxas nesses lugares. Também é uma boa ideia trazer alguns dólares americanos com você como backup, caso você não consiga encontrar um lugar para trocar sua moeda.

    Onde comprar yuan, euro, dólar e outras moedas no Brasil? Há muitos lugares onde você pode comprar yuan, euro, dólar e outras moedas no Brasil. Alguns dos lugares mais populares incluem bancos, quiosques de aeroporto e casas de câmbio online.

    É melhor usar dólares, euros ou yuans na China

    Você pode usar RMB para pagar coisas na China, incluindo hotéis, restaurantes, compras e transporte.

    Você também pode usar o RMB para sacar dinheiro de caixas eletrônicos na China. No entanto, vale a pena notar que nem todos os lugares aceitam cartões de crédito, por isso é sempre uma boa ideia ter algum RMB à mão para o caso.

    Outra coisa a ter em mente é que a taxa de câmbio para RMB pode flutuar, por isso é uma boa ideia saber a taxa de câmbio aproximada antes de viajar. Dessa forma, você pode fazer o orçamento de acordo.

    Em geral, usar o RMB é a melhor maneira de viajar para a China. No entanto, pode haver alguns casos em que faça mais sentido usar dólares, euros ou outra moeda. Por exemplo, se você está planejando fazer uma compra grande, você pode querer usar euros ou dólares, pois eles são normalmente mais estáveis que RMB.

    Dicas para usar o RMB na China.

    É uma boa ideia ter algum RMB à mão quando você viajar para a China, pois nem todos os lugares aceitam cartões de crédito.

    Viajar para a China pode ser uma experiência muito gratificante, mas é importante estar preparado antes de ir. Isso inclui ter algum conhecimento sobre a moeda da China, o Renminbi (RMB). Nesta postagem do blog, abordaremos qual é a moeda da China, quanto levar com você e algumas dicas para usar o RMB enquanto estiver no país.

    A moeda oficial da China é o Renminbi (RMB). Existem dois tipos de RMB: o yuan e o jiao. O yuan é a unidade básica de conta e é usado para compras maiores, como hotéis e transporte. O jiao é uma unidade menor e é usado para compras diárias, como comida e lembranças. Quanto RMB levar com você depende do objetivo da viagem e da duração da sua estadia. Por exemplo, se você estiver hospedado em um hotel, precisará de mais RMB do que se estiver apenas visitando por um dia ou dois.

    Existem muitas maneiras de trocar moeda na China, incluindo bancos, cabines de câmbio e hotéis. É melhor trocar moeda na China antes de viajar, pois a taxa de câmbio geralmente é melhor. Você pode usar RMB para pagar coisas na China, incluindo hotéis, restaurantes, compras e transporte. Você também pode usar o RBM para sacar dinheiro de caixas eletrônicos na China. No entanto, nem todos os lugares aceitam cartões de crédito, por isso é uma boa ideia ter algum RMB à mão quando viajar para a China.

    Também é uma boa ideia saber a taxa de câmbio aproximada antes de viajar para que você possa fazer um orçamento de acordo. A taxa de câmbio atual para USD 1 = 6,76 yuan.* Para obter mais dicas sobre como usar o RMB na China, confira nossa postagem no blog sobre “5 dicas para usar dinheiro na China”.

    *Em agosto de 2022

    Quanto gastarei em minha viagem à China?

    Isso depende do objetivo da sua viagem e da duração da sua estadia. Se você estiver hospedado por uma semana ou menos, talvez não seja necessário trocar muita moeda. No entanto, se você for ficar por um longo período de tempo ou planeja fazer muitas compras, precisará fazer um orçamento de acordo.

    Aqui estão algumas diretrizes gerais de quanto dinheiro você precisará na China:

    * Alojamento: $ 30-100 por noite para um quarto de hotel básico; $ 100-200 por noite para um quarto de hotel de médio porte; $ 200 + por noite para um quarto de hotel de luxo

    * Comida: $ 5-10 por refeição para refeições de orçamento; $ 10-20 por refeição para refeições de médio porte; $ 20+ por refeição para refeições de luxo

    * Transporte: $ 0,50-2,00 por viagem em transporte público; $ 5-10 por dia para aluguel de táxi ou carro particular

    * Compras: $ 5-50 por item, dependendo do item

    Estas são apenas estimativas e você pode achar que gasta mais ou menos dependendo de suas circunstâncias individuais.

    O que, como e quanto levar para a China?

    Ao viajar para a China, é importante saber que tipo de moeda levar consigo. A moeda oficial da China é o Renminbi (RMB), que é composto por dois tipos de notas: o yuan e o jiao. Quanto RMB você deve levar com você depende do objetivo da sua viagem e da duração da sua estadia.

    Existem muitas maneiras de trocar moeda na China, incluindo bancos, cabines de câmbio e hotéis. Geralmente é melhor trocar moeda na China antes de viajar, pois a taxa de câmbio costuma ser mais favorável. Você pode usar RMB para pagar coisas na China, incluindo hotéis, restaurantes, compras e transporte. Você também pode usar o RMB para sacar dinheiro de caixas eletrônicos na China.

    Ao usar o RMB na China, é uma boa ideia ter algum dinheiro em mãos, pois nem todos os lugares aceitam cartões de crédito. Também é útil saber a taxa de câmbio aproximada antes de viajar para que você possa fazer um orçamento de acordo. Dependendo de seus hábitos de consumo, sua viagem à China pode custar de algumas centenas a alguns milhares de dólares.

    Conclusão

    A moeda da China é o Renminbi (RMB), que vem em duas formas: o yuan e o jiao. A quantidade de RMB que você leva com você em sua viagem à China dependerá do objetivo da sua viagem e de quanto tempo você planeja ficar. Você pode usar o RMB para pagar coisas como hotéis, restaurantes, compras e transporte, e também pode sacar dinheiro de caixas eletrônicos na China. Ao usar o RMB, é uma boa ideia ter algum dinheiro em mãos, pois nem todos os lugares aceitam cartões de crédito. Também é útil saber a taxa de câmbio aproximada antes de viajar para que você possa fazer um orçamento de acordo.

  • Sem classificação

    Como visitar Doha, Qatar: guia para iniciantes

    Introdução

    Se você está procurando um destino de viagem incrível e exótico, não procure mais, Doha, no Catar! Esta cidade árabe tem algo para todos, desde hotéis de luxo e lojas até museus fascinantes e experiências culturais. Neste guia para iniciantes, contaremos tudo o que você precisa saber para visitar Doha, desde quando ir e como chegar, até o que fazer e onde comer. Confie em nós, depois de ler este guia, você estará pronto para começar a planejar a viagem da sua vida!

    Quando visitar Doha, Qatar

    Como é o clima?

    O clima no Catar é geralmente quente e seco, com temperaturas variando de 20 a 25 graus Celsius no inverno a 35 a 40 graus Celsius no verão. A melhor época para visitar o Catar é durante os meses mais frios de outubro a abril.

    Quais são as épocas turísticas de pico?

    A alta temporada turística no Catar é durante os meses de inverno, quando as temperaturas são mais moderadas e há menos chance de chuva. No entanto, o Catar é um destino popular durante todo o ano, por isso é aconselhável reservar sua acomodação e voos com antecedência.

    Que moeda é usada?

    A moeda oficial do Catar é o Rial Catariano (QAR). Um QAR equivale a aproximadamente US$ 0,27.

    Posso pagar as compras em dólares?

    Sim, você pode pagar as compras em dólares no Catar, mas é aconselhável ter alguma moeda local em mãos também. Muitas lojas aceitam cartões de crédito, mas empresas menores podem aceitar apenas dinheiro.

    As lojas aceitam cartões de crédito?

    Sim, a maioria das lojas no Catar aceita cartões de crédito. No entanto, é sempre aconselhável ter algum dinheiro em mãos também, apenas no caso.

    Como chegar a Doha, Qatar

    Voando para o Catar

    O principal aeroporto do Catar é o Aeroporto Internacional de Hamad (HIA), localizado nos arredores de Doha. A HIA serve como hub para a Qatar Airways, a companhia aérea nacional do Qatar. A Qatar Airways voa para mais de 150 destinos em todo o mundo, tornando-se uma opção conveniente para os viajantes.

    Existem algumas outras companhias aéreas que voam para a HIA, incluindo, mas não se limitando a: British Airways, Emirates, Etihad Airways, Flydubai e Kuwait Airways. Os preços dos voos variam de acordo com a companhia aérea e a época do ano. Geralmente é mais barato voar para o HIA durante os meses mais frios (outubro-abril).

    Pegando o Trem.

    Não há sistema ferroviário no Catar.

    Ônibus ou Carro.

    A única maneira de entrar no Qatar por terra é através da fronteira da Arábia Saudita em Salwa ou Abu Samrah. Os visitantes devem ter um passaporte e visto válidos antes de tentar cruzar a fronteira. Uma vez do outro lado da fronteira, os visitantes podem pegar um ônibus ou dirigir seu próprio carro para o Catar. Os ônibus circulam regularmente entre Doha e as principais cidades da Arábia Saudita, como Riad e Dammam. A viagem de ônibus leva aproximadamente 5-6 horas, dependendo das condições do tráfego.

    Cruzeiro

    Não há portos de cruzeiros no Catar.

    Seção 3. Como se locomover em Doha, Catar.

    Táxi

    A melhor maneira de se locomover em Doha é de táxi. Os táxis são relativamente baratos e podem ser encontrados facilmente. Existem dois tipos de táxis em Doha: táxis privados e táxis públicos. Os táxis públicos são geralmente amarelos e podem ser chamados na rua, enquanto os táxis privados devem ser reservados com antecedência.

    Ônibus Público

    Doha também tem um sistema de ônibus público que cobre a maior parte da cidade. Os ônibus têm ar condicionado e são confortáveis, mas podem ficar lotados na hora do rush. Você pode comprar um passe de ônibus em qualquer estação de ônibus importante.

    Alugar um carro

    Se você quer mais independência, pode alugar um carro em Doha. No entanto, lembre-se de que o tráfego pode ser intenso durante os horários de pico e pode ser difícil encontrar estacionamento. Além disso, dirigir no Catar é feito do lado direito da estrada, o que pode levar algum tempo para se acostumar com os visitantes de países onde a direção é feita do lado esquerdo da estrada.

    Metrô

    A melhor forma de evitar congestionamentos é pegar o metrô, que é limpo, eficiente e climatizado. O sistema de metrô é composto por duas linhas: a Linha Vermelha e a Linha Verde. A Linha Vermelha corre de norte a sul pelo centro de Doha, enquanto a Linha Verde corre de leste a oeste ao longo da costa.

    Onde Ficar em Doha, Qatar

    Hotéis

    Se você procura luxo e serviço cinco estrelas, há muitos hotéis para escolher em Doha. O W Doha Hotel & Residences é uma escolha popular, localizado na zona empresarial de West Bay, com a sua própria praia privada. Para aqueles com orçamento limitado, o Marsa Malaz Kempinski, The Pearl – Doha oferece quartos a partir de cerca de US$ 200 por noite.

    Albergues

    Para os viajantes que preferem hostels, também existem várias opções em Doha. O Qatar Hostel está centralmente localizado e a uma curta distância de muitas das atrações da cidade. Outra opção é o Seef District Hostel, que tem piscina ao ar livre e terraço na cobertura com vista para a paisagem urbana.

    AirBnBs

    Se você está procurando uma experiência mais caseira, há muitos AirBnBs disponíveis em Doha. Você pode encontrar apartamentos inteiros para alugar a partir de US$ 50 por noite, ou quartos privativos em casas a partir de US$ 25 por noite.

    Seção 5. O que fazer em Doha, Qatar.

    Visite o Museu de Arte Islâmica.

    O Museu de Arte Islâmica é imperdível para quem visita Doha. O museu abriga uma das maiores coleções de arte islâmica do mundo, com mais de 14.000 objetos em exposição. O museu também abriga uma biblioteca e um café.

    Passeie pelo Souq Waqif.

    O Souq Waqif é o mercado tradicional de Doha e é um ótimo lugar para encontrar lembranças, especiarias e roupas tradicionais. O mercado está aberto diariamente das 9h às 22h.

    Tire uma foto no Pearl Monument.

    O Monumento da Pérola é um símbolo da riqueza e prosperidade do Catar e é uma das atrações turísticas mais populares de Doha. O monumento é composto por duas conchas em espiral que representam as pérolas do Catar e é cercado por fontes e jardins.

    Seção 6. O que comer em Doha, Qatar.

    Cozinha tradicional do Catar.

    A cozinha do Catar é uma mistura de influências tradicionais árabes e indianas. Os pratos mais populares incluem machboos (um prato de arroz temperado), qouzi (cordeiro e arroz recheados no estômago de uma ovelha) e thareed (um guisado de carne e legumes). Para algo doce, experimente luqaimat (bolinhas de massa frita servidas com calda de tâmaras) ou halwa (uma sobremesa densa e doce feita de farinha de sêmola).

    Fast Food

    Se você está procurando algo rápido e fácil, há muitas opções de fast food em Doha. McDonald’s, KFC, Burger King e Subway têm locais em toda a cidade. Você também encontrará redes locais como Blends & Brews (café e sanduíches) e Al Bayt Al Shaksy (pizza).

    Opções Vegetarianas e Veganas.

    Pode ser difícil encontrar opções vegetarianas no Catar, mas existem alguns restaurantes que atendem a essa restrição alimentar. Experimente o Zaatar w Zeit para wraps ou saladas vegetarianas ao estilo libanês, o Nando’s para pratos portugueses de frango sem carne ou o Sushiya para rolos de sushi veganos.

    Seção 7. Copa do Mundo 2022 em Doha, Catar

    Data da Copa do Mundo de 2022

    A Copa do Mundo FIFA 2022 está programada para acontecer no Catar de 21 de novembro a 18 de dezembro de 2022. Será a primeira Copa do Mundo a ser realizada no mundo árabe e a primeira em um país de maioria muçulmana.

    Mascote Qatar 2022

    A mascote oficial da Copa do Mundo FIFA de 2022 é uma raposa do deserto chamada “Zakumi”. O nome de Zakumi é derivado de “za”, que significa “o” em árabe, e “kumi”, que significa “10” em suaíli. Zakumi foi projetado por Tarek Benaoum e revelado em 19 de setembro de 2010.

    Os estádios da Copa do Mundo de 2022

    Há oito estádios propostos para a Copa do Mundo FIFA 2022: Lusail Iconic Stadium, Education City Stadium, Al Bayt Stadium, Al Wakrah Stadium, Khalifa International Stadium, Ras Abu Aboud Stadium, Al Thumama Stadium e Sports City Stadium.

    Será permitido beber nos estádios?

    Sim, o álcool será permitido dentro de todos os estádios durante a Copa do Mundo FIFA 2022. Esta é uma mudança em relação às edições anteriores do torneio, onde apenas estádios selecionados estavam autorizados a vender álcool.

    Por que é ilegal ser LGBT no Catar?

    Atualmente, é ilegal ser LGBT no Catar. A homossexualidade é punível com até cinco anos de prisão e não há proteção legal contra discriminação ou crimes de ódio com base na orientação sexual ou identidade de gênero. No entanto, o Catar prometeu reformar suas leis e políticas antes de sediar a Copa do Mundo de 2022.

    Conclusão

    A melhor época para visitar Doha, no Catar, é entre outubro e abril, quando o clima é mais fresco. A alta temporada turística é durante os meses de janeiro e fevereiro. A moeda usada no Catar é o rial catariano. Você pode pagar as compras em dólares, mas as lojas podem não aceitar cartões de crédito. Para chegar ao Catar, você pode voar para o aeroporto ou pegar o trem. Para se locomover pelo Catar, você pode pegar um táxi, ônibus ou alugar um carro. Existem muitos hotéis, hostels e AirBnBs disponíveis para hospedagem. As coisas para fazer em Doha incluem visitar o Museu de Arte Islâmica, passear pelo Souq Waqif e tirar uma foto no Monumento das Pérolas. A cozinha tradicional do Catar inclui pratos como machboos e lebres. Opções de fast food também estão disponíveis. Para vegetarianos e veganos, existem vários restaurantes que oferecem opções sem carne. A Copa do Mundo de 2022 será realizada no Catar de 21 de novembro a 18 de dezembro. A mascote oficial do torneio chama-se Zabivaka™ e lembra uma raposa do deserto. Há oito estádios que foram construídos ou estão sendo construídos especificamente para a Copa do Mundo: Al Bayt Stadium, Education City Stadium, Lusail Iconic Stadium, Khalifa International Stadium, Ras Abu Aboud Stadium, Al Thumama Stadium, Sports City Stadium e Ahmad Bin Estádio Ali.

  • Sem classificação

    Como viajar para o Brasil com orçamento limitado

    Introdução

    Está planejando uma viagem ao Brasil, mas está preocupado com o custo? Não se preocupe! É possível viajar para o Brasil com orçamento limitado. Com algum planejamento e pesquisa cuidadosos, você pode encontrar maneiras de economizar dinheiro em acomodação, transporte, alimentação e atividades.

    Neste post do blog, vamos compartilhar algumas dicas sobre como planejar sua viagem ao Brasil com orçamento limitado. Abordaremos tópicos como quando visitar o Brasil, como chegar, onde ficar, o que comer e o que ver e fazer. Também compartilharemos algumas ótimas dicas para economizar dinheiro enquanto viaja pelo Brasil. Por fim, forneceremos uma lista de destinos econômicos no Brasil que são perfeitos para viajantes com orçamento limitado.

    Planejando sua viagem ao Brasil com orçamento limitado.

    Ao visitar o Brasil.

    A melhor época para visitar o Brasil é durante a primavera, que cai entre setembro e novembro. Esta também é a temporada turística mais movimentada do país, portanto, espere que os preços sejam mais altos do que o normal. Se você deseja economizar, planeje sua viagem para dezembro a fevereiro.

    Como chegar ao Brasil

    Há muitas maneiras de chegar ao Brasil, dependendo do seu orçamento e de onde você está vindo. Se você vem da América do Norte, você pode pegar um voo direto para o Rio de Janeiro ou São Paulo. Alternativamente, você pode voar para um dos países vizinhos do Brasil (como Argentina ou Uruguai) e depois pegar um voo doméstico ou ônibus para o Brasil.

    Onde Ficar no Brasil

    Há opções de hospedagem para todos os bolsos no Brasil. Se você quer economizar, considere ficar em um hostel ou fazer couchsurfing em vez de um hotel. Há também muitas opções de camping disponíveis em todo o país. Para aqueles com um orçamento maior, há muitos hotéis e resorts de luxo para escolher também.

    O que comer no Brasil

    A comida brasileira é diversificada e deliciosa, mas também pode ser bastante cara se você comer fora o tempo todo. Para economizar dinheiro, tente cozinhar algumas refeições ou comer em mercados locais em vez de restaurantes. Você descobrirá que a comida é tão boa (se não melhor) e será muito mais fácil para sua carteira.

    O que ver e fazer no Brasil

    Há infinitas coisas para ver e fazer no Brasil, mas algumas atividades são mais econômicas do que outras. Se você quer economizar, considere visitar alguns dos muitos museus gratuitos do país ou caminhar por um de seus muitos parques nacionais. Você também pode encontrar muitos eventos e shows baratos (ou até gratuitos) acontecendo em todo o Brasil em qualquer época do ano.

    Dicas para viajar ao Brasil com orçamento limitado.

    Use companhias aéreas de baixo custo.

    Existem muitas companhias aéreas de baixo custo que voam para o Brasil, como Azul, Gol e TAM. Essas companhias aéreas normalmente têm tarifas mais baratas do que as transportadoras maiores.

    Hospedagem em Hostel ou Couchsurf.

    Os albergues são uma ótima opção para viajantes com orçamento limitado, pois geralmente são mais baratos que os hotéis. O Couchsurfing é outra ótima opção para quem quer economizar na hospedagem. Existem muitos anfitriões de couchsurfing no Brasil que ficariam felizes em receber viajantes de todo o mundo.

    Uso do Transporte Público.

    O transporte público no Brasil é relativamente barato e eficiente. O sistema de metrô no Rio de Janeiro é especialmente bom e pode ajudá-lo a se locomover pela cidade de forma barata e fácil. os ônibus também são uma ótima opção para se locomover pelo Brasil, só não deixe de aproveitar os descontos disponíveis para estudantes e idosos.

    Coma Comida Local.

    Comer comida local é uma das melhores maneiras de economizar dinheiro enquanto viaja pelo Brasil. Existem muitos pratos deliciosos e baratos que podem ser encontrados em bancas de rua e mercados em todo o país. Frutas e legumes também são muito baratos, então certifique-se de estocar quando os vir!

    Visite atrações gratuitas

    Existem muitas atrações gratuitas no Brasil que definitivamente vale a pena conferir! Algumas delas incluem explorar a cidade colonial de Olinda, passear pelo Parque do Ibirapuera em São Paulo ou visitar uma das muitas praias do Rio de Janeiro (como Copacabana ou Ipanema).

    Seção 3. Destinos econômicos no Brasil.

    Rio de Janeiro

    O Rio de Janeiro é um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, e por boas razões. A cidade tem algo para todos, desde suas praias mundialmente famosas até sua vibrante vida noturna. Apesar de sua reputação como uma cidade cara, há muitas maneiras de visitar o Rio com orçamento limitado.

    Salvador.

    Salvador é a capital da Bahia e um dos destinos turísticos mais populares do Brasil. A cidade é conhecida por sua cultura afro-brasileira, arquitetura colonial e praias deslumbrantes. Salvador também é um ótimo destino para viajantes com orçamento limitado, com muitas opções de acomodações e restaurantes baratos.

    Fortaleza

    Fortaleza é a capital do Ceará e um destino turístico popular graças às suas belas praias e vida noturna animada. A cidade também abriga vários museus e locais históricos, tornando-a um destino ideal para os aficionados por história com orçamento limitado.

    Manaus

    Manaus é a capital do Amazonas e um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, graças ao seu cenário de floresta tropical e abundância de vida selvagem. A cidade também abriga uma série de museus e atrações culturais interessantes, tornando-a um destino ideal para quem tem orçamento limitado e está interessado em aprender sobre a cultura amazônica

    Recife.

    Recife é a capital de Pernambuco e um dos destinos turísticos mais populares do Brasil graças às suas belas praias, arquitetura colonial e animadas festas de Carnaval. A cidade também abriga uma série de opções de acomodação e restaurantes baratos, tornando-a um destino ideal para viajantes com orçamento limitado.

    Conclusão

    Se você deseja viajar para o Brasil com orçamento limitado, há algumas coisas que você pode fazer para tornar sua viagem mais acessível. Primeiro, planeje sua viagem durante a baixa temporada, quando as tarifas aéreas e de hospedagem são mais baixas. Em segundo lugar, aproveite as companhias aéreas de baixo custo e albergues ou Couchsurf para suas necessidades de acomodação. Terceiro, use o transporte público sempre que possível e coma comida local para economizar nos custos. Por fim, visite atrações gratuitas e explore destinos econômicos como Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, Manaus e Recife. Seguindo essas dicas, você pode viajar facilmente para o Brasil sem gastar muito.

  • Sem classificação

    Primeira Semana do BEDA 2022 Posts favoritos

    Chegamos ao fim da primeira semana do BEDA 2022. Vamos relembrar o que significa isso?

    O que é a Maratona de Posts BEDA?

    SIm! Tem post novo todo dia esse mes!

    Dia 31 de Agosto é considerado o dia do blog! Este dia foi escolhido pela data parecer com a palavra BLOG (lembra da linguagem nerd da época de Matrix?? BLOG = 3108). Para se preparar para o grande dia surgiu o movimento “BEDA – Blog Everyday August” que, como o próprio nome já diz, é um desafio para os blogueiros postarem todos os dias. Isso mesmo que você ouviu. Para um blog que teve um post de Hello, World e uns 3 posts de listas em 2 anos (e mesmo assim, nossa lista sobre lugares incríveis para pedir sua namorada em casamento está entre os 50 primeiros do google), teremos que fazer uma maratona de 31 posts em 31 dias (ou carinhosamente chamada de BEDA)!

    15 CIDADES E VILAS EUROPEIAS PARA SE ENCANTAR – Nandicas de Viagem

    Post super legal do blog Nandicas de viagem sobre pequenas cidades e vilas europeias para visitar. Vocês sabem o quanto a gente adora esses lugares escondidos né?

    Comida típica do Pará, 10 opções de dar água na boca – Comidas pelo Mundo

    O Blog Comidas pelo Mundo fez esse post sobre as comidas típicas do Pará! Nós já viajamos para as 27 capitais brasileiras, e a nossa preferida pra comer é Belém! hahaha.. que papo de gordo! Mas lá tudo é uma delícia, principalmente o tucupi e tacacá

    Livros e filmes para pequenos viajantes – Descobrir Viajando

    Nós adoramos filmes e livros dobre locais que visitamos! Eu sempre dou uma pesquisada pra ver qual filme foi filmado no local, e qual filme fala sobre os locais.. Nesse post do Descobrir Viajando eles citam até o Procurando Nemo! Um ótimo filme pra ver antes de viajar pras Maldivas. (O post fala que é pra crianças, mas a gente tem idade mental de criança, então tá valendo!)

    VISTO MEXICANO PARA BRASILEIROS – Carimbo e Passaporte

    O blog Carimbo e Passaporte escreveu um post passo a passo sobre como tirar o visto para o Mexico, que agora é obrigatório para Brasileiros que não possuem visto Americano.

    ATENAS: A CAPITAL QUE ME SURPREENDEU – Qualquer Latitude

    Uma cidade que adoramos visitar ano passado foi Atenas. Além dos pontos históricos, o blog Qualquer Latitude escreveu um texto sobre tudo mais que vale a pena fazer na cidade. (incluindo praias)

  • Sem classificação

    Maldivas: ilha local! Qual conhecer?

    Que as Maldivas é um sonho pra muita gente todo mundo já sabe, agora que ela é um sonho possível aí parece quase um segredo. As Maldivas, não é um país caro, principalmente se escolhermos alguma ilha local para ficar.

    Sand Bank nas Maldivas – passeio a partir de uma ilha local

    Algumas ilhas são exclusivas dos resorts e não podem ser acessadas caso você não tenha reserva, os preços realmente são altos. Já nas ilhas locais os hotéis são mais simples e muito mais baratos, você até alguns com pensão completa. Mas aí, vem a questão: qual ilha local escolher.

    É bom já deixar bem claro duas coisas: o mar do resort e das ilhas locais é o mesmo, há, inclusive, resorts que ficam em frente à ilha local, portanto a beleza é maravilhosamente a mesma! E são sim maravilhosas. Posso dizer por experiência própria que a praia mais linda que vi foi em uma ilha local e normalmente as praias mais bonitas são as chamadas bikini beach, as praias onde os turistas podem usar biquini. O país é 100% muçulmano, por isso eles resguardam a comunidade local.

    A outra coisa é que nas ilhas locais não são permitidas bebidas alcoólicas, algumas ilhas você pode ir até um barco ancorado próximo e tomar uma cerveja, mas não são todas. Outra opção é fazer um day use em algum resort e solicitar o pacote all inclusive, pois eles são liberados para vender álcool. Então, se sua vibe for beber na praia, talvez essa não seja a melhor opção para você.

    Aqui seguem algumas opções e a forma de como chegar nelas:

    Maafushi – A ilha local mais turística das Maldivas

    Piscina na cobertura do hotel Kaani em Maafushi, ilha local nas Maldivas

    A ilha local mais turísticas das Maldivas é também a mais maltratada e visitada. Maafushi fica 1h distante da capital Male e é possível acessá-la através dos ferries locais ou de speedy boat, que são barcos mais rápidos que normalmente os hotéis oferecem.

    A ilha local tem bastante corais mortos e lixo no mar, sem dúvida não está entre as ilhas mais bonitas do país, porém a ilha é a que também oferece os passeios mais baratos. Passeios de dia todo pode sair por 70 dólares já com o almoço incluído, mergulho de cilindro (caso seja certificado) pode sair por 50 dólares o tanque, passeios de meio dia 35 dólares. Nenhum desses passeios sai por menos de 100 dólares nos resorts. Por isso, caso você queira combinar uma ilha local com um resort, essa é uma das melhores escolhas.

    Também é uma das ilhas mais fáceis para se fazer um day use em algum resort, que é um passeio de um dia para aproveitar a estrutura que o resort oferece. Como tem muitos resorts próximos a uma grande gama de opções.

    Se você busca um pouco mais de agito e vida noturna essa com certeza é a ilha mais agitada para os turistas. Há inclusive um barco ancorado próximo à ilha onde você pode comprar bebidas alcoólicas.

    Dhiffushi

    Passeio de caiaque na ilha local de Dhiffushi nas Maldivas

    Ao norte de Male está uma ilha local bem calma, por toda ilha é possível usar biquinis nas praias, parece que por lá eles já entenderam como o turismo é interessante para eles. 

    A grande vantagem dessa ilha é ter tanto uma boa área para fazer snorkel a partir da praia com corais saudáveis. E também ter praias com areias bem branquinhas. 

    Apesar de pequena, a ilha é bem estruturada, com alguns mercadinhos e restaurantes. Seu acesso se dá através de ferry que não saem todos os dias de Male e de speedy boat.

    Gulhi

    Um pequena ilha próxima a Maafushi (mas bem pequena) que é uma pérola das Maldivas, ela é realmente linda e tem um balanço que se você não tirar uma foto é como não tivesse passado nela.

    A grande vantagem é que ela é uma perfeita combinação com Maafushi para a mesma viagem, porque você conseguirá economizar tempo de deslocamento e dinheiro, pois é possível fazer o acesso entre elas através dos ferries locais. De Maafushi até Gulhi de ferry são 10 minutos, só ficar atento aos horários.

    Dhravandhoo

    Ilha local com aeroporto e vôos direto de Male diariamente. Ela fica um pouco mais distante da capital, mas sua localização é estratégica para quem quer arraias mantas na baía de Hanufaru. 

    A Hanifaru Bay é um parque marinho protegido pela UNESCO que tem a maior concentração de arraias mantas do mundo, e não pensem que estou falando de pouca coisa. É possível ver mais de 100 arraias juntas de uma vez, um espetáculo da natureza comparável com visitar os gorilas na África.

    Esse fenômeno acontece durante a baixa temporada e a ilha fica muito próxima. Os rangers do parque avisam as empresas de passeios quantas arraias tem antes dos barcos saírem, ai basta você decidir se aquele é um bom dia pra você!

    Nós mergulhamos com 120 e foi uma das experiências mais memoráveis da minha vida!

    Dhigurah – a ilha para ver tubarões baleia

    Um sonho realizado mergulhar com o tubarão baleia

    A principal ilha para quem sonhar mergulhar com os tubarões baleias. É uma das ilhas mais próximas à região que eles ficam, portanto os passeios que saem de lá para mergulhar com eles são os mais confortáveis (em relação a tempo de deslocamento) e mais baratos.

    A ilha tem mais estrutura que sua vizinha Danghetti, mas as hospedagens e restaurantes são um pouco mais caros também. É possível chegar através de ferry local (o que não recomendamos pois nesse caso demora muito tempo) ou de speedy boat que os hotéis organizam.

    Danghetti – a ilha irmã de Dhigurah

    Espetáculo da natureza em Danghetti

    A ilha irmã de Dhigurah, mas com preços mais convidativos também oferecem passeios para mergulhar com os tubarões baleia e arraia mantas (não em grandes quantidades como a Hanifaru Bay).

    A principal praia da ilha e a mais bonita é a bikini beach e é a que tem o pôr do sol, ou seja, você aproveita ela o dia todo e assiste a um espetáculo no final do dia. A melhor maneira de chegar até ela é sem dúvida através do speedy boat organizado pelos hotéis.

    Fulidhoo – A ilha local dos surfistas

    Essa é a ilha para os surfistas nas Maldivas, não esperem aquele mar piscininha como nas outras, aqui o point é o surf. 

    O acesso pode ser via ferry local ou speed boat a partir de Male. Você pode combiná-la com a ilha de Dhifushi pois há ferries locais entre elas otimizando sua passagem pela região.

    Fulhadhoo – A ilha local mais linda das Maldivas

    Deixei pro final a ilha mais linda que já visitei nas Maldivas! Ela foi escolhida através da imagem de satélite por nós e parecia uma ilha com água bem clarinha! E foi!

    Sem palavras pra cor dessa água em Fulhadhoo

    A ilha não nos decepcionou em nenhum aspecto e o seu mar corre azul claro pela maior parte dela, parece até um banco de areia. Falando nisso, caso você seja um bom nadador é possível ir nadando até um deles quando a maré está baixa! Passeio free e impressionante igual.

    Não encontramos restaurante na ilha (apenas mercadinhos e hotéis que serviam refeições), então sugerimos que você já feche seu hotel com pensão completa. O acesso é possível tanto através de male com ferry ou speedy boat como através de Dharavandhoo através de speedy boat.

    Male e Huhulmale – A ilha local nas Maldivas que é capital

    Vendedor de peixes secos no mercado de Male

    São duas ilhas que se conectam por uma ponte de veículos (raridade por lá). A capital do país é também, claro, uma ilha local e é por onde você vai chegar quer você escolha quer não. É de lá que saem os ferries locais e os speedy boats, é um barato pensar que não tem pontos de ônibus no aeroporto e sim pontos de barco

    As ilhas tem um interesse muito maior cultural do que de praias em si. A única praia de Male, por exemplo, é artificial. Mas é lá que está o mercado de frutas e peixes, que é um encanto pra quem ama vivenciar o país da maneira mais raiz. É lá também que moram os milhares de imigrantes que vem trabalhar nos resorts do país.

  • Sem classificação

    Barcelona de Gaudí: os segredos e histórias dessa arquitetura

    Gaudí é um dos arquitetos mais conhecidos do mundo. Seu trabalho influenciou alguns dos arquitetos mais famosos, como Frank Lloyd Wright e Le Corbusier.

    Em 1878, Gaudí fez sua primeira viagem a Paris, onde conheceu as obras de Eugène Viollet-le-Duc. Este arquiteto teve um grande impacto na obra de Gaudí e mais tarde tornou-se seu professor em 1878.

    As obras mais famosas de Gaudí são a Sagrada Família e a Casa Milà (também conhecida como La Pedrera).

    Onde fica a Barcelona de Gaudí?

    Barcelona é uma cidade no nordeste da Espanha, na região da Catalunha. É a capital e maior cidade da Catalunha.

    Barcelona está localizada na costa mediterrânea, entre a França e a Espanha. Barcelona tem uma população de 1.621.000 pessoas (2016).

    Quais são as 10 principais atrações imperdíveis na Barcelona de Gaudí?

    A cidade de Barcelona é um destino imperdível na Europa. Abriga algumas das atrações mais famosas do mundo, incluindo a Sagrada Família e o Parque Güell.

    Uma viagem a Barcelona não está completa sem visitar essas dez atrações. A lista inclui alguns dos edifícios mais emblemáticos de Barcelona, bem como outros pontos de interesse que vale a pena ver.

    1. Parque Güell

    Construído por Gaudí na década de 1890, este parque é um oásis de natureza em meio à metrópole. Outra das criações de Gaudí, este parque é conhecido por sua bela cachoeira e vista para La Sagrada Familia

    2. Casa Milà

    Este edifício foi a casa da fundadora da Chanel Gabrielle Bonheur “Coco” Chanel antes de ser comprada por Gaudí em 1929 e transformada em sua casa e oficina

    3. Parque Collserola

    Este belo parque abriga o que pode ser apenas uma das vistas mais emblemáticas de Barcelona – a vista da Sagrada Família da colina mais alta de Barcelona, La Tibidabo

    4. A Sagrada Família

    Uma das obras mais famosas de Gaudí, esta igreja é aclamada por sua beleza e beleza. Foi concluído em 1892 e ainda está em construção hoje.

    6. Mercado Boqueria

    Talvez o mercado mais famoso de Barcelona, este lugar é um favorito entre moradores e turistas desde

    7. La Rambla

    A rua mais famosa de Barcelona, este lugar é um local popular para moradores e turistas.

    8. Casa Batlló

    Este é um dos edifícios mais famosos de Barcelona e também um Patrimônio Mundial da UNESCO.

    Uma das obras-primas de Gaudí e uma das primeiras, este lugar é imperdível para qualquer visitante de Barcelona.

    9. O Museu Picasso

    Um dos de Pablo Picasso maiores coleções de sua arte estão alojadas neste museu. Existem mais de 600 peças de algumas de suas peças mais famosas neste museu, incluindo Les Demoiselles d’Avignon, Guernica e o Goldfish.

    10. O Museu de Arte Moderna

    Este museu possui uma das maiores coleções de arte moderna do mundo com mais de 160.000 obras para explorar.

    Quais são os 13 principais locais da arquitetura de Gaudí em sua cidade natal?

    Antoni Gaudí é um dos arquitetos mais famosos do mundo. Ele é conhecido principalmente por seu trabalho em Barcelona, Espanha. Seus edifícios são caracterizados por seu estilo orgânico e pelo uso de materiais naturais como pedra, tijolo e vidro.

    Algumas de suas obras mais famosas são: Sagrada Família, Casa Batlló, Casa Milà, Parque Güell e Casa Vicens. Todos estes edifícios têm um design único e grande valor arquitetônico.

    Conclusão

    A Barcelona de Gaudí é uma das cidades mais criativas do mundo. A arquitetura e os designs criados por Gaudi são diferentes de tudo que você já viu. Neste artigo, falarei sobre o que torna a cidade tão especial e por que você deve visitá-la.