Tutoriais

TrustedHouseSitters é confiável? Hospede-se de graça

Soraya passeando com a Shayna

Depois de postar stories no instagram sobre nossa experiência com o TrustedHouseSitters e como se hospedar de graça nos EUA (em Nova Iorque, San Francisco e Boston) na casa de pessoas que precisam de alguém para cuidar de seus animais, recebemos diversas perguntas, principalmente se o site é confiável e seguro, quanto custa a assinatura, para quem serve e para quem não serve, e como se candidatar. Nós ouvimos falar do site há alguns anos, mas só assinamos depois que o José Panda do blog Inda Vou lá nos contou das suas experiências e de uma casa que passou 50 dias no Vietnã.

O que é o TrustedHouseSitters e como funciona o house sitting?

O House Sitting é parecido com ser Baby Sitter, mas ao invés de cuidar do bebê de outra pessoa você deve cuidar da casa (e geralmente de plantas e animais de estimação dentro dela). O TrustedHouseSitters é a plataforma mais famosa, lançada em 2010 e que hoje conta com centenas de casas cadastradas buscando uma “babá”.

O TrustedHouseSitters é confiável?

Sim, totalmente confiável e seguro. Tanto se você estiver procurando uma casa, quanto alguém para ficar em sua casa, é sempre importante ler o perfil da pessoa, ver as opiniões de quem já conheceu aquela pessoa e até mesmo fazer uma videoconferência. Uma das casas em que ficamos já estava cadastrada há 5 anos e havia hospedado mais de 10 pessoas. Além disso o site tem várias formas de garantir a autenticidade dos dados dos usuários e garantir sua segurança. Há centenas de relatos em blogs gringos sobre como usaram o TrustedHouseSitters para se hospedar de graça e ele é confiável, mas aqui no Brasil ainda está só começando.

Onde o TrustedHouseSitters está disponível?

Na nossa experiência, os principais usuários são da Europa. Mas apesar de ter mais casas, tem bem mais sitters também, o que torna um pouco mais complicado. Mesmo assim estamos com uma casa agendada para ficar 25 dias em Paris! Nos EUA há várias opções também e é bem fácil conseguir! Praticamente em todas as cidades que visitamos havia casas e conseguimos encaixar em nossas datas. Esse mapa acima mostra as casas e apartamentos disponíveis hoje, dia 2 de agosto de 2021, no site.

TrustedHouseSitters no mundo

Para quem é e para quem não é?

O TrustedHouseSitters é ótimo para quem quer viajar economizando o hotel (e também em alimentação, já que toda casa tem a cozinha e você pode preparar até sanduíches caso queira almoçar na rua), e como bônus ainda terá um animal de estimação para brincar. Mesmo para quem não fala inglês ainda dá pra usar o tradutor. Mas ele não vai funcionar para quem tem um prazo apertado e precisa agendar tudo com antecedência, já que várias vezes as oportunidades aparecem em cima da hora.

O site também funciona muito bem para quem não tem experiência com animais. Antes do TrustedHouseSitters o único animal de estimação que tivemos juntos foi um peixinho beta, então nossa experiência com animais maiores era quase nula, mas adoramos animais e você descobre que todos eles são extremamente amorosos após algumas horas com você. Hoje se me oferecerem uma casa do TrustedHousesitters e um hotel no mesmo local e data, ambos de graça, ainda prefiro o animal de estimação!

Nossa Experiência até agora com o TrustedHouseSitters:

Passamos um mês e meio viajando pelos Estados Unidos agora em Junho e Julho de 2021, e conseguimos três hospedagens. Foram 4 dias em Nova Iorque, 7 dias em Boston e 5 dias em San Francisco. De uma forma bem resumida posso dizer que a hospedagem mais barata em hotel em cada um desses lugares custava uns 80 dólares, ou quase 450 reais por noite. Então foram praticamente 7200 reais economizados! Acho que já é o suficiente pra dizer que o TrustedHouseSitters é confiável né?

Nossa hospedagem em Nova Iorque:

Foi a primeira hospedagem que nos aceitou, mesmo quando não tínhamos nenhuma referência, Abigael, a dona do apartamento em NY viu nossas redes sociais e gostou! Nos hospedamos quatro dias com 2 gatos brancos bem fofinhos chamados Rudy e Val que não saiam de casa e eram alimentados de manhã e a noite. Era um apartamento em Manhattan bem interessante. A curiosidade é que os donos do lugar não tinham uma TV, mas uma coleção imensa de discos de vinil que podíamos escutar.

Durante o dia a gente passeava a vontade em NY (e tinha um metrô na porta, então foi muito fácil) e a noite ficávamos em casa com os gatinhos. Antes de entrarmos no apartamento, nos hospedamos em um hotel em Wall Street por alguns dias que foi o mais barato pra época, e mesmo assim custou 100 dólares a noite. Os preços estavam muito altos por causa das férias americanas.

Os gatos eram bem calmos! Durante o dia andavam pela casa e olhavam os pombos pela janela, e a noite dormiam no quarto com a gente, em uma prateleira em formato de cama na parede. Um dia demoramos mais pra sair da cama e um dos gatos não gostou do atraso no café da manhã e acordou a Soraya com pequenas mordidas no dedão do pé.

A internet era ótima, a cozinha tinha tudo que a gente precisava e até havia uma lavanderia no prédio que era usada com um cartão pré pago, mas os donos deixaram o cartão com crédito para que pudéssemos lavar nossas roupas!

Val observa os pombos enquanto Rudy descansa em sua “cama”

Nossa hospedagem em Boston:

A hospedagem aqui deveria ser de uma semana mas, quando falamos a Rachelle, a dona da casa, que dormiríamos em um hotel na cidade ela já nos convidou a dormir uma noite a mais na casa, mesmo antes de eles saírem para as férias. Jantamos junto com seu marido Kunal e seu filho. Essa noite extra foi ótima para mostrar que cuidaríamos bem dos animais, e também pra ver a rotina de cada um e nos passou muita segurança. No dia seguinte eles arrumaram suas malas e saíram nos deixando sozinhos com a casa e os animais.

Era uma casa gigante no subúrbio de Boston, daquelas tipo que a gente vê no filme “Esqueceram de Mim” com três carros na porta da garagem (mas a garagem mesmo fica cheia das bagunças de acampamento), um porão onde Kunal montou seu home office com microfone e iluminação especial para as videoconferências (e que usamos algumas vezes) e até um sótão daqueles que a escada desce do teto. Dormimos no quarto da filha de Rachelle que já não mora mais com eles. A casa ficava a 15 minutos da estação de onde partia o trem de Boston e Rachelle nos deixou duas bicicletas para quando fôssemos a cidade (dos 8 dias na casa, passeamos em Boston umas três vezes).

Os animais eram os mais incríveis! Shayna era uma mestiça de pastor alemão com 3 anos bem agitada e ciumenta, e Raj um labrador de 10 anos quietão mas bem feliz. Dormiam dentro de casa, mas de manhã eles iam pedir para abrir a porta do quintal para que pudessem brincar e fazer as necessidades. Quando se cansavam voltavam pra dentro e a Shayna tentava pular em cima da cama no meio da gente pra tirar uma soneca! Um dia Shayna cansou de brincar sozinha e veio me tirar da cama com uma lambida no rosto!

“Bom dia humano. São 6 horas da manhã. Até que horas você pretende ficar na cama?”

Na casa ainda tinha duas tartarugas que Rachelle e Kunal resgataram de Chinatown 10 anos atrás (e provavelmente virariam sopa). Elas recebiam 15 comidinhas toda noite e gostavam de passar o dia assim, empilhadas em uma pedra no aquário.

Uma parte especial dessa hospedagem foi em relação a alimentação. Havia uma churrasqueira no quintal em que fizemos salsichas pro 4 de julho, aqueles hotdogs só de pão, mostarda e ketchup, um prato tipicamente americano. Havia dois grandes supermercados a uns 10 minutos da casa que a gente ia de bicicleta mesmo e Rachelle ainda deixou a geladeira cheia de comida. Ela foi bem clara que tudo estava liberado pra gente, principalmente porque algumas coisas estragariam durante seu tempo fora. Até bolo de cenoura com recheio de chocolate a gente fez.

Após sairmos da casa recebemos uma mensagem de Rachelle dizendo que Shayna e Raj iam de vez em quando até o quarto que dormimos para nos procurar, e que ela quer muito que voltemos um dia para Boston fazer uma visita a família inteira! O TrustedHouseSitters é ótimo para fazer amigos, além de confiável e seguro.

Cara do Raj quando você pergunta se o TrustedHouseSitters é confiável

Nossa hospedagem em San Francisco:

Essa foi a hospedagem mais estranha! Kelli tem 3 gatos e mora em uma casa de dois andares em San Francisco, bem perto dos pontos turísticos. Nós deveríamos alimentar os gatos de manhã e a noite, mas durante o dia era pra deixá-los soltos que eles gostavam de passear pela rua! A gente colocava comida no pratinho a noite e de manhã o prato estava limpo, mas a gente nunca via os gatos! Imagina passar cinco dias na casa pra cuidar dos gatos e eles nunca aparecerem, que desespero!

Uma vez olhei pela janela e vi um dos gatos do outro lado da rua, ele me encarou por alguns minutos e seguiu seu caminho sem nem me dar satisfações. A única vez que vi os três gatos juntos foi quando fui tirar o lixo no quintal no último dia e eles estavam lá. Mandamos várias mensagens pra Kelli dizendo que estávamos preocupados que eles nem dormiam em casa, mas ela disse que era normal, não era pra se preocupar. Os gatos não usaram a caixinha de areia nenhuma vez. Então dessa vez nosso trabalho pra cuidar dos animaizinhos foi zero!

Não sei se eu estava cuidando do gato, ou se ele achava que a casa era só um hotel

Nessa casa também chegamos na noite anterior da cidade e Kelli nos convidou a ficar na casa por um dia a mais. Diferente da Rachelle em Boston, não chamaram para jantar junto nem ficar conversando muito, nos deixaram em um quarto de hospedes no andar de baixo e recebemos uma chave da casa, liberdade total mesmo quando eles ainda estavam ali (confiaram totalmente na gente). No dia seguinte sugeriram que mudássemos pro quarto principal quando eles viajaram. Como passamos os dias conhecendo San Francisco acabamos só jantando na casa, mas de manhã dava pra preparar uns sanduíches pra levar, então nosso custo com alimentação caiu bastante.

Próximos passos e hospedagens no TrustedHouseSitters:

Após essa viagem para os Estados Unidos, nosso plano era ir visitar a Itália, então começamos a olhar as opções de casas na região e nos países próximos. Aí encontramos a Sophie que mora em Paris, tem dois cachorros e um gato e precisa de alguém pra ficar 25 dias na casa dela! Imagina quase um mês que você pode ir caminhando fazer picnic todo dia na Torre Eiffel e gastar o dinheiro que seria pro hotel em queijos e vinhos franceses! Claro que mandamos mensagem e ela logo nos retornou dizendo que precisava de alguém com urgência pois havia combinado com outra pessoa no mês anterior, mas essa pessoa teve um imprevisto e ela adorou nosso perfil! Já olhamos as passagens mais baratas com milhas e chegamos ontem aqui na França! Logo faço outro post sobre como funciona o TrustedHouseSitters na Europa!

Tem 976 casas esperando a gente só na Europa

Quanto custa se hospedar com o TrustedHouseSitters:

Para ver todas as oportunidades não custa nada. Você pode entrar direto no site do TrustedHouseSitters e ver os anfitriões, animaizinhos e datas. Você já pode ter certeza que o que aparece ali é mesmo real e confiável.
Se você encontrou alguma casa que bate com as datas da sua viagem e quer mandar uma mensagem precisa se inscrever e pagar uma assinatura! O valor atualmente é de 119 dólares americanos, aproximadamente 620 reais. Se você viu nossas experiências ali em cima percebeu que esse valor se paga com 2 noites em uma casa com o cachorro ou gato! E pra ajudar ainda mais, se cadastrando pelo nosso link de indicação você ganha 25% de desconto na anuidade e o valor final será de 465 reais pra um ano! Você pode se hospedar ilimitado (e levar seu marido/esposa/amigo/filhos/etc). Usando nosso link você ganha o desconto e a gente ganha mais 2 meses de associação e queremos manter nosso cadastro para sempre! A anuidade é a única coisa cobrada, e você não precisa pagar nada extra pra cada casa que ficar.

“Já experimentei o TrustedHouseSitters mas ninguém me aceitou! Não sei se o site é confiável.”

Sabemos que no começo não é fácil. Algumas casas mais concorridas tem dezenas de pessoas interessadas (vimos uma em Napa Valley, a região dos vinhos da Califórnia que tinha 70 aplicantes). Como não conseguimos dar uma ajuda individual de verdade aqui pelos comentários do blog nem do Instagram, o José Panda e eu conversamos sobre montar uma consultoria individualizada! Dá uma lida aqui no post deles com as experiências que tiveram na Ásia com o TrustedHouseSitters. Se você tem uma viagem marcada nos próximos meses para a Europa ou Estados Unidos e quer economizar com hospedagem, nós te ajudamos com isso!Ddesde o processo de analisar as casas do TrustedHouseSitters, até como preparar e mandar sua carta de apresentação para aumentar suas chances de conseguir uma casa especial! Manda uma mensagem no nosso Instagram e eu garanto que o valor que definimos vai se pagar com a primeira hospedagem.

Você prefere ficar em um hotel ou ter esses bichinhos pra brincar?

You may also like

12 Comments

  • Sabrina Albuquerque

    Não conhecia a TrustedHouseSitters, mas achei a proposta muito interessante porque é voltada para um público bem segmentado.

    2 de agosto de 2021 at 15:32 Reply
  • Como conseguir o passaporte verde digital da Europa - Destino de Casal

    […] e data das doses), e pediu telefone e endereço (no caso passei o endereço de nossa anfitriã do TrustedHouseSitters que já falei nesse post, e passei o telefone do chip de celular que havia comprado). Ele imprimiu […]

    3 de agosto de 2021 at 19:29 Reply
  • Nah Draghi

    Muito legal! Eu já tinha ouvido falar, mas não conhecia ninguém que havia se hospedado desta forma! O post esclareceu muitas dúvidas!

    4 de agosto de 2021 at 16:35 Reply
  • Patrícia Veludo

    Nunca tinha ouvido falar do Trustedhousesitters e adorei o conceito. Aqui em Portugal não tenho conhecimento de nada do género e devo confessar que mesmo que houvesse não acredito que alguém quisesse ficar aqui em casa com cerca de 20 répteis 🙂

    7 de agosto de 2021 at 05:04 Reply
    • elizabeth

      eu aceito amiga, adoro répteis. Manda foto pra mim. hahahaha

      8 de agosto de 2021 at 12:08 Reply
  • BEDA 2021: indicações de posts da 1a semana | Viaje sem Pacote

    […] TrustedHouseSitters é confiável? Hospede-se de graça […]

    8 de agosto de 2021 at 04:21 Reply
  • Primeira semana de BEDA - Descobrir Viajando

    […] Por outro lado, quando viaja tem sempre que pensar no alojamento, sendo aqui que muitas vezes fica parte do nosso orçamento. Assim, o blog Destino de Casal deu uma dica para conseguir o seu alojamento de forma gratuita, no post TrustedHouseSitters é confiável? Hospede-se de graça. […]

    8 de agosto de 2021 at 05:09 Reply
  • Posts favoritos da semana I - BEDA | Qualquer Latitude

    […] TrustedHouseSitters é confiável? Hospede-se de graça […]

    8 de agosto de 2021 at 11:04 Reply
  • elizabeth

    Uau, vcs arrasaram muito no post. Eu nunca tinha ouvido falar disso, e já quero me programar pra fazer isso. Estou compartilhando seu post pra todo mundo. Saber sobre o Trusted House Sitters é post de primeira necessidade.

    8 de agosto de 2021 at 12:10 Reply
  • Como abrir uma conta no exterior estando no Brasil - Destino de Casal

    […] gastos. Geralmente cerca de 30% do valor ia para a hospedagem (mas agora estamos economizando com o TrustedHouseSitters), cerca de 20% para a alimentação (que também vai ter um post bom aqui sobre o TooGoodToGo), e […]

    9 de agosto de 2021 at 19:40 Reply
  • Passe de Metro em Paris: Preço, Tickets e Horário - Destino de Casal

    […] que ninguém vai turistar um mês inteiro em Paris né? Mesmo a gente passou 25 dias se hospedando de graça no TrustedHouseSitters e mesmo assim não saiu passear todo dia, então não compensou comprarmos o passe […]

    11 de agosto de 2021 at 11:25 Reply
  • Nosso Roteiro na Suíça - Destino de Casal

    […] Nosso roteiro na Suíça não foi dos mais comuns, ficamos 15 dias em Zurique cuidando de 2 gatinhos incríveis e fofos! Geralmente ficamos hospedados na casa de quem precisa que cuide dos seus pets através da plataforma Trusted House Sitters, saiba mais sobre isso aqui. […]

    5 de dezembro de 2021 at 15:42 Reply
  • Leave a Reply